O PT EVANGÉLICO

O PT EVANGÉLICO

João Melo e Sousa Bentivi

Quando você pensa que o Lulaíma (o Macunaíma sem nenhum caráter) tinha encerrado a sua saga, se enganou completamente. É um tarado do mal.

Incomodado com a projeção do Bolsonaro junto ao eleitorado evangélico, Lulaíma saiu com essa pérola: fundar o PT Evangélico. De cara, dentro das concepções religiosas e não bíblicas, não gostei, mas, depois, pensando em Jesus e em seu sacrifício remidor, entendi que algo poderia ser aproveitado na esdrúxula ideia.

Já ouvi preciosidades como: um crente em Jesus não pode ser petista. O que não é a mesma coisa que um petista se transformar em um crente. No primeiro caso, o tal crente teria dificuldades em defender temas bíblicos em uma reunião da CUT, por exemplo, na segunda hipótese se abriria uma grande chance de mudança de partido.

Voltemos a pensar no PTE – PT EVANGÉLICO. Seria um grupo de evangélicos petistas que resolveram se abrigar em um ambiente mais espiritual ou uma brigada petista destinada a cooptar crentes desavisados ou com outros interesses? Esse PTE teria interesse no anúncio da verdadeira palavra de Deus, ou somente uma armadilha para se contrapor ao Bolsonaro, nas vias eleitorais?

Vou ajudar o PT e o Lulaíma (herói sem nenhum caráter). Não tentem fazer o PTE pregando ideologias durantes os cultos, pois a maior parte dos crentes não gosta disso. Não tentem abordar os irmãos com as palavras de gírias próprias da esquerda, tampouco com roupas não condizentes com os usos e costumes dos crentes.

Não tendem  fazer pregação antes de aprender as manhas dos discursos dos evangélicos, essa coisa de “espaço de fala”, “empoderamento”, por exemplo, não faz parte da linguagem dos crentes.

Vou facilitar a vida do PTE, a chance de vocês darem certo é mentir mais do que vocês normalmente mentem. Vocês não creem, mas mintam e digam que a verdadeira família está na Bíblia, que os gêneros (nada a ver com opção sexual) são somente dois, que pai e mãe devem ser respeitados, que meninos e meninas são diferentes, devem obedecer e se não obedecerem a Bíblia manda corrigir.

Mintam muito (pois vocês não acreditam, mas mentem com arte) e afirmem que existiu Adão e Eva, que houve Jardim do Éden, que Torre de Babel, Sodoma e Gomorra existiram. Mintam mais (pois vocês não acreditam) e afirmem que o Exodo dependeu da mão divina, que Abraão é o verdadeiro pai da nação israelita, que Jesus só é Salvador porque veio de uma virgem, conforme a Bíblia, que morreu por nossos pecados, ressuscitou dentre os mortos, voltou aos céus e voltará para buscar a sua Igreja.

Mando vocês mentirem por um motivo santo. Quem sabe, num descuido, entre uma mentira e outra, vocês possam ser alcançados pelo evangelho. São Paulo diz que a fé vem pelo ouvir da palavra de Deus, mesmo mentindo, se vocês estiverem falando a palavra de Deus, poderiam se converter e formar um verdadeiro PTE, evidente que, se esse PTE for verdadeiro, for cristão, não restará espaço de convivência com o PT PT do mensalão, do petróleo, que é o verdadeiro PT do Lulaíma (herói sem nenhum caráter).

Mas pode haver um PTE sem mentira? Pode e já existe. A melhor receita para o PT e outros partidos asseclas das esquerdas penetrarem no meio dos crentes é comprando lideranças evangélicas corrompidas na sua fé. Aliás, lideranças evangélicas corrompidas podem ser compradas pela direita, pela esquerda, pelo centro e por qualquer lado.

A moeda de compra é variada e múltipla, vai desde o vil metal, até condecorações e outras benesses. Pode ser mandato eletivo corrupto, nas tetas do erário, ou cargos anômalos como secretários, diretores ou capelães.

Toda vez que alguém quer e pode comprar e o outro alguém quer se vender, tudo fica mais fácil. O ruim para essa turma que envereda na facilidade de se vender é esquecer que a caminhada santa passa por um tal caminho estreito. É um caminho difícil, sem vendilhões, mas leva ao céu.

“Entrai pela porta estreita, porque larga é a porta, e espaçoso o caminho que conduz a perdição, e muitos são os que entram por ela; e porque estreita é a porta, e apertado o caminho que leva à vida e poucos há que a encontrem”(Mt 7:13-14)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *