POR ONDE DIABOS ANDA GRETA?

POR ONDE DIABOS ANDA GRETA?

João Melo e Sousa Bentivi

Não há ninguém minimamente informado que desconheça aquela garota sueca, “injustamente” tratada de pirralha, que defende de dinossauro a bactérias, passando de raspão pelos homens, chamada Greta.

Para os que não a conhecem faço uma pequena descrição da jovem cidadã: trata-se de uma jovem bem nascida, vacinada exemplarmente, que teve todas as suas vontades realizadas, que pode escolher em percorrer o mundo de avião, bicicleta, carro ou qualquer outra coisa, como um moderno veleiro, impulsionado por energia solar.

Eu que até a juventude só pude ter bicicleta, fico com uma ponta disfarçada de ciúme. Coisa boba. Mas voltemos a nossa jovem, “injustamente” dita pirralha. Nunca soube o que é fome, inclusive só come orgânicos, com cardápio orientado por nutricionistas e a cada suspiro, as redes sociais, com milhões de seguidores se emocionam, passa o dia inteiro postando e respondendo, aliás, tem uma assessoria enorme para auxiliá-la. Pode-se dizer que essa cidadã, “injustamente” denominada pirralha é um mar de felicidade.

Aí a questão não é tão simples. Essa cidadã, “injustamente” denominada de pirralha, é uma péssima aluna, a caderneta escolar está repleta de falta, em qualquer escola séria estaria reprovada por falta. É denominada ambientalista, mas entende tanto de meio ambiente, quanto o papa Francisco do mister de fazer menino.

Enquanto o Gonzaguinha cantou a alegria das crianças, essa cidadã, “injustamente” chamada de pirralha, nunca se viu com um simples sorriso no rosto, que, a bem da verdade, de beleza só tem a juventude, mas de tristeza é um oceano.

As palavras dos jovens, acostumamo-nos por serem fáceis, cândidas e suaves, a tal cidadã fala crispada, dura, fria e irritada. Aqui, na linha do Equador, faço uma futurologia: quem será o companheiro ou companheira que vai desfrutar por, imaginemos, 30 anos, de tão agradável companhia? Deve ser de lascar conviver com bombom de alho por muito tempo.

Uma preocupação tem me incomodado: a tal Greta não deve estar bem de saúde, quem sabe, afásica. Bastou queimar a Amazônia e Bolsonaro pegou logo uma cacetada, entrementes a Austrália está queimando há mais de 3 meses e a moça está suturna.  Não abre a bendita ou maldita rima labial a respeito.

Será que canguru, coalas e outros marsupiais não merecem a mesma proteção, que as nossas guaribas? Ou Bolsonaro precisaria ser o primeiro ministro da Austrália para um grande mimimi internacional?

Volto ao Gênesis, para me lembrar da primeira indagação da história: Adão, onde estás? Estava escondido. Greta, onde estás? Quem sabe, voltou a frequentar a escola, de onde nunca deveria ter se ausentado. Deveria aproveitar para aprender com mais profundidade a problemática ambiental.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *